Flor do Lácio
BEM VINDO


Cadastre-se em nosso fórum e tenha sua redação corrigida pelos membros.
Flor do Lácio

Espaço criado com intuito de ajudar aos membros produzirem redações de excelência.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 A valorização do idoso em Dom Out 16, 2011 1:22 am

A humanidade é deturpadora da percepção de que todas as gerações, crianças, jovens, adultos e idosos, possuem sua importância, prendendo-se ao presente renegando os valores e as experiências passadas, focando no individualismo do ser e no bem-estar próprio. Aliada a esse pensamento diminuto, está a atitude mesquinha de desvalorização, principalmente, da terceira idade.
Reconhecer a efemeridade da vida nos faz entrever que, em um futuro bem próximo, estaremos vivenciando o mesmo cotidiano que um idoso e necessitaremos, assim como ele, do respeito da sociedade, que de maneira preconceituosa tacha essa fase da vida de improdutiva, inútil, que só traz prejuízo.
Sendo assim, um pouco de altruísmo da coletividade e compreensão não seria exigir demais e nem a asseguração do direito à vida, à dignidade, ao trabalho, à diversão, ao esporte, à cidadania seria um privilegiamento individual, afinal, isso é apenas o cumprimento do que a Constituição dos direitos humanos garante.
Porém, a precariedade da saúde pública, a falta de condições para o lazer, a carência na infraestrutura dos ambientes públicos, a própria segregação social, a vulnerabilidade da previdência desvirtuam a garantia desses direitos obrigatórios, precipuamente, dos idosos. Isso é preocupante, pois a população brasileira idosa está aumentando cada vez mais, segundo pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), não havendo, assim, suporte suficiente para suprir as necessidades básicas da terceira idade.
Portanto, a sociedade deveria "abraçar" a velhice, abdicando de seus preconceitos e admitindo o real valor da maturidade. O desenvolvimento humano deve ser acompanhado sempre de uma evolução mental, caminhando concomitantemente. Investimentos também deveriam ser feitos, como reforma na previdência, aplicação de capitais no sistema de saúde e na infraestrutura das cidades, para deferir toda a população idosa e não comprometer a efetivação e o prolongamento do seu direito à vida .


Por favor, me ajudem corrigindo minha redação! Agradeço desde já!

Ver perfil do usuário

2 Re: A valorização do idoso em Seg Out 17, 2011 12:49 am

Amiga, texto grande demais ein? Sinceramente, eu duvido que tenha dado no máximo 30 linhas...

1) "Constituição dos direitos humanos" - Constituição dos Direitos Humanos, ok?

2) "precipuamente" ? Meu Deus, rasgou uma bela palavra ein? Smile

Olha, ao meu ver, seu texto está ótimo mesmo. Gostei muito do seu texto. Acho que ele tem poucos erros, embora eu tenha achado apenas um.
Continue assim... mas, escreva um texto mais compactozinho... kkk


Ver perfil do usuário https://www.facebook.com/kelvin.brayanvilaca

3 Re: A valorização do idoso em Seg Out 17, 2011 10:21 am

ulyssesaf


Membros
Concordo, com o Kelvin, mas eu escreveria algumas coisas de outras formas:

"prendendo-se ao presente, renegando os valores e as experiências passadas, focando no individualismo do ser e no bem-estar próprio. Aliada a esse pensamento diminuto [,] está a atitude mesquinha de desvalorização, principalmente, da terceira idade."

A vírgula entre colchetes eu não usaria, mas não tenho certeza sobre sua correta utilização. Corretores mais experientes poderiam me auxiliar nessa.

"Sendo assim, um pouco de altruísmo da coletividade e compreensão "

Particularmente não entendi esse trecho. Outra coisa que me veio à mente: altruísmo da coletividade? Me pareceu redundante já que altruísmo é pensar no coletivo.

Realmente a redação está impecável, muito bom mesmo. Quem me dera escrever assim! =/' HJAUAHAU'


Ver perfil do usuário

4 Re: A valorização do idoso em Seg Out 17, 2011 1:39 pm

Valorizar é amar

A velhice, considerada a terceira idade, é tema de grandes discussões: campanhas, apelos, conscientização, estão dentro desse contexto polemico.
Idosos estão cada vez mais independentes graças a inúmeras campanhas por melhores condições, dadas como exemplo as campanhas de vacinação e grupos de integração os chamados grupos de terceira idade, que visam proporcionar aos idosos, passeios, bailes viagens, assistência médica, cursos ministrados por entidades particulares e governamentais e ate mesmo por voluntários.
Esses projetos são vistos como a salvação, já que proporcionam uma chance para esses idosos deixarem de ser ‘objetos em desuso’, de muitas famílias.
Por outro lado temos casos de senhores e senhoras que são deixados em asilos pelos próprios filhos acreditando estarem fazendo o melhor ou pregando o que esta no estatuto do idoso: direito a alimentação, saúde cuidados entre outros. Essas casas, bem estruturadas na maioria das vezes, com profissionais qualificados para tal, passam a ser o lar de muitos velhinhos.
Mas isso seria suficiente para a felicidade de uma pessoa?
Muitas famílias esquecem que idosos precisam de carinho, atenção, cuidados especiais que tão somente estando próximo aos entes queridos faz-se possível.
Valorizar um idoso não é só colocá-lo em um projeto em que ele encontra cuidados com saúde e higiene pessoal, valorizar um idoso é transmitir a ele o quão importante ele foi, e continua sendo para sua família.
Esse conceito de valorizar deveria partir da própria família em si, onde somos capazes de educar nossas crianças para que eles não nos esqueçam em um asilo ou casa de descanso. É como se estivéssemos interrompendo um ciclo.
A valorização do idoso só é possível se levado em consideração que uma pessoa não deixa de significar para outra por causa da sua idade, idosos não podem ser comparados a poltronas, ou aparelhos que ao final de um certo tempo deixam de ser importantes e podem ser substituídos.
É chegada a hora de pensarmos na carência em que vivem esses velhinhos, na depressão que cada olhar dos muitos amontoados nessas casas guardam para si.
Valorizar é sobretudo amar incondicionalmente uma pessoa, não importando se ela já viveu muito, se ela ainda é capaz de desenvolver certas tarefas ou se simplesmente ela vai a partir de então só depender do tempo, carinho, atenção e paciência dos mais jovens

Ver perfil do usuário

5 Re: A valorização do idoso em Seg Out 17, 2011 2:18 pm

Ponha em outro tópico!

Ver perfil do usuário

6 Re: A valorização do idoso em Seg Out 17, 2011 2:26 pm

Feito Maikon obrigada

Ver perfil do usuário

7 Re: A valorização do idoso em Qui Out 27, 2011 4:06 pm

Valeu pelas dicas e elogios, galerinha!!! Abraços a todos vcs!

Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum