Flor do Lácio
BEM VINDO


Cadastre-se em nosso fórum e tenha sua redação corrigida pelos membros.
Flor do Lácio

Espaço criado com intuito de ajudar aos membros produzirem redações de excelência.


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

O Trabalho na Construção da Dignidade Humana

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Dika

avatar
Membros
O Trabalho e o Homem

O trabalho dignifica o homem apenas para os outros homens, já que uma pessoa que não trabalha é dada como desocupada. Neste cenário, pode-se certamente alcançar a realização profissional e uma boa condição de vida.
Isto ocorre, principalmente, por que o trabalho não se estratifica, mas sim, está em constante mudança, haja visto a condição da mulher no mercado de trabalho. Antes relegadas a serem donas de casa, hoje são encontradas ocupando altos cargos executivos.
Mas, algumas coisas nunca mudam. Prova disso é a constatação da existência de trabalho escravo em fazendas do Brasil. Essas pessoas em forte contraste com os trabalhadores urbanos assalariados, vivem em condições de vidas subumanas, contando com o mínimo necessário para sobreviver. São indignamente tratados, usados e abusados; e sofrem com violências físicas e psicológicas.
É para impedir esses casos que a constituição dos direitos de trabalho e sua fiscalização deveriam ser mais rígidas. Afinal todos tem direito a um trabalho que o dignifique, e que lhe garanta melhor condição de vida.
Uma vez que a lei e sua execução é feita pelo homem, podemos usar a frase de Thomas Hobbes de que "O homem é o lobo do homem" para dizer que o homem sempre irá explorar outro homem, seja de forma legal ou ilegal. Para exemplificar a exploração legal, pode-se citar a mais-valia, que é o trabalho humano, não pago, transformado em lucro para os patrões.
É o homem, portanto que vai lutar pelos seus direitos, fazendo prevalecer sua dignidade e respeitabilidade. Garantindo a criação de leis que irão contribuir com a execução de um trabalho justo.

Ver perfil do usuário

evair

avatar
Membros
Olá,
Vou corrigir sua redação, tdo bem?! =)

Você introduz o tema, segunda a minha interpretação, que o trabalho dignifica o homem apenas para outros homens- ou seja, uma pessoa só é digna se trabalha, e se não trabalha é indigna (reforçada com o complemento: pessoa que não trabalha é desocupada). Porém, no decorrer do seu texto existem argumentos que vão contra essa assertiva, principalmente quando você fala do trabalho escravo. Pois, um trabalhador escravo perde sua dignidade, mesmo trabalhando, uma vez que "dignidade" pressupõe respeito aos códigos éticos e morais da sociedade.

Se aprofundando um pouco sobre esse assunto, segundo Kant: "temos por dignidade da pessoa humana a qualidade intrínseca e distintiva de cada ser humano que o faz merecedor do mesmo respeito e consideração por parte do Estado e da comunidade, implicando, neste sentido, um complexo de direitos e deveres fundamentais que asseguram a pessoa contra todo e qualquer ato de cunho degradante e desumano(...)"

Logo, entende-se que todos possuem dignidade, pois as pessoas nascem dignas de seus direitos. Então, no caso acredito que a dignidade ela não dependerá de outro homem, mas sim da garantia dos seus direitos como cidadão. Portanto, quando usamos a expressão: "O trabalho dignifica o homem" subentende-se que é através do trabalho que uma pessoa pode efetivar os direitos humanos garantidos pela constituição -- A saúde de qualidade, a alimentação, a liberdade. Então, só puxei isso pra demonstrar o problema conceitual dessa primeira frase, que dá a ideia de que a dignidade depende de outra pessoa

Então, voltando...

No seu segundo período a relação entre "alcançar realização profissional e boa condição de vida" com "a dignidade". Entendo que você quis dizer que: com o trabalho é possível ter realização profissional e a boa condição de vida. Porém, depois de todas as interpretação acima, concluímos que o trabalho digno é que provê a realização profissional e a boa condição de vida.

(a realização e a boa vida) //Isto ocorre, principalmente, porque o trabalho não se estratifica, mas sim, está em constante mudança, haja visto a condição da mulher no mercado de trabalho.// Estratificar = dispor em camada, empilhar, sedimentar; essa palavra está empregada erroneamente, pois a contraposição que você quer fazer é entre: estático e móvel, logo deve-se mudar para algo mais coerente como o trabalho não é estático, mas sim, está em constante mudança...


Porém, faltou você falar sobre a dignidade nesse parágrafo. Uma sugestão é você colocar que a satisfação profissional só é possível através de um trabalho digno, que garante todos os direitos humanos: alimentação, liberdade etc. A inserção da mulher no mercado de trabalho, se deve tanto pela mobilidade deste como pela ânsia das mulheres de garantirem seu próprio sustento - por conseguinte, respeitabilidade que vem com o emprego digno.

A ligação entre o segundo e terceiro parágrafos está boa.

No terceiro parágrafo, você entra no tema, pois a referência do trabalho na dignidade humana está subentendida.

Um trabalho qualquer só trás dignidade se nele estiver preso os direitos hujmanos. Logo, um trabalho escravo transgride radicalmente esse ideal, visto que Liderdade não é garantida. Você fala sobre isso quando cita as situação de vida a qual esses escravos são submetidos, muito bem. =)

agora uma correção gramatical:

"São indignamente tratadas, usadas e abusadas; e sofrem com violências físicas e psicológicas." pois essas palavras se referem " As pessoas" e não aos trabalhadores do período anterior.

//Afinal, todos tem direito a um trabalho que o dignifique// na verdade, o trabalho que dignifica é aquele que não transgride os direitos.
por que o trabalho infantil não é digno? porque transgride o Estatuto da Criança, o direito de uma criança brincar e se desenvolver
por que um trabalho escravo não é digno? porque ele transgride, entre outras coisas, o direito a liberdade, e os direitos do trabalho.

"Afinal, todos tem direito a um trabalho que os dignifiquem, e que lhes garantam melhor condição de vida." - concordância.

"para dizer que o homem sempre irá explorar outro homem, seja de forma legal ou ilegal. Para exemplificar a exploração legal, pode-se citar a mais-valia, que é o trabalho humano, não pago, transformado em lucro para os patrões."
1º) Mandou bem com a citação de Hobbes.
2º) mal-pago, né? ;P cuidado com esses descuidos que podem deixam o parágrafo contraditório.

//É o homem, portanto, que vai lutar pelos seus direitos, fazendo prevalecer sua dignidade e respeitabilidade. Garantindo a criação de leis que irão contribuir com a execução de um trabalho justo.//

Olha, aqui você usou a dignidade perfeitamente - colocando que a dignidade humana é inerente, compara com o começo do seu texto onde você coloca a dignidade como fruto do julgamente de outras pessoas! Continuando....Infelizmente, pecou aqui: --> garantindo a crianção de leis.

Essas leis já foram criadas, no Direito do Trabalho da Constituição Federal, o problema é a fiscalização dos focos de trabalho. Muitas vezes, fazendas afastadas são refúgios para trabalho escravo justamente porque, infelizmente, lá não chega a mão da justiça. A criação de punições mais rigídas contra qualquer ato infracionário que oprime a dignidade humana é válida, desde que fiscalização descubra os focos de transgreção e então possa fazer valer a lei.

Você a sua maneira comentou a mesma coisa, porém fora da conclusão no meio do texto. Se trouxer esse pensamento para a conclusão na elaboração da proposta sua pontuação sobe muito no critério V.

Mas, no geral, a sua redação está muito bem escrita, você possui um modo singular de escrever que torna a leitura agradável. Os períodos são curtos, o que facilita muito na estruturação textual. Eu fui bem criterioso na correção, mas é uma maneira de te ajudar e me ajudar também. Espero que você melhore cada vez mais =)

CI dominar linguagens1,5
CII compreender fenômenos 1,5
CIII enfrentar situações-problema 1,5
CIV construir argumentação 2,0
CV elaborar proposta 1,0

7,5/10

Ver perfil do usuário

Dika

avatar
Membros
Oi,
Muito obrigada pela sua correção. Está muito legal, e abriu meus olhos para os pontos falhos do texto. Valeu mesmo. Isso tudo por que eu reli mil vezes a redação [kkk], na hora do sufoco, Enem, vou me lembrar das suas dicas. Ou tentar, pelo menos. rs

Até.

Ver perfil do usuário

evair

avatar
Membros
Ah que bom que ajudei!

Estou fazendo uma redação sobre trabalho infantil e enquanto lia um livro pra me auxiliar nisso surgiu uma referência: o site do OIT, Organização Internacional do Trabalho - ou seja, a ONU do trabalho Razz. Quando acessei esse site tinha um link sobre trabalho forçado, lembrei de você, se quiser, dá uma olhada lá porque eles possuem um material muito bacana e enriquecedor.

Não posso postar o link aqui, mas é só jogar no google OIT Brasil e ser feliz!

bjos

Ver perfil do usuário

Dika

avatar
Membros
Oi,
Obrigada pela dica, vou ler o material sim.
Agora estou curiosa para ver a sua redação sobre o trabalho infantil. kkk
Bjos

Ver perfil do usuário

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum